24-01-2012 - Pavilhão de Armazenamento da Guarda Inaugurado

O pavilhão de armazenamento na Guarda, construído no âmbito dos investimentos que têm vindo a ser realizados pela Resiestrela S.A. para a melhoria da eficiência da sua operação, foi inaugurado no dia 24 de Janeiro de 2012, pelas 11.30 h. Esta intervenção reforça inequivocamente a capacidade logística do Sistema Multimunicipal na zona da Beira Interior Norte, e concorre para a melhoria da sustentabilidade económico-financeira, social e ambiental do Sistema Multimunicipal.

 

Desde o início da actividade da Resiestrela S.A., em 2009, foram definidas as principais intervenções que, a curto e médio prazo, permitiriam melhorar a sustentabilidade económico-financeira, social e ambiental do Sistema Multimunicipal. O investimento efectuado na “Ampliação e Remodelação da Central de Compostagem da Resiestrela”, que importou num montante de investimento de cerca de € 3.550.000,00, (co-financiado pelo QREN – POVT, no âmbito do domínio de intervenção “Infra-estruturas Nacionais para a Valorização dos Resíduos Sólidos Urbanos) constituiu, até ao presente momento, a principal intervenção que visa prosseguir aquele objectivo.

Na mesma, procedeu-se à actualização do processo tecnológico de tratamento mecânico e biológico dos RSU produzidos na área de actuação da Resiestrela S.A., dotando-a de uma capacidade real de processamento adequada ao tratamento e valorização da totalidade do fluxo que actualmente demanda o sistema. Possibilitou ainda a maximização da valorização da componente orgânica existente nos resíduos sólidos urbanos para a produção de composto, o desenvolvimento do tratamento mecânico e implementação de um processo de separação automática que permite uma maior recuperação de materiais recicláveis.

No âmbito da intervenção em causa foi concretizada a construção de um pavilhão de armazenamento na Guarda para apoio à recepção e armazenamento de resíduos, reforçando inequivocamente a capacidade e eficiência logística do Sistema Multimunicipal na sua zona Norte.

Esta infra-estrutura, com cerca de 800 m2 de área coberta, e cujo investimento orçou em cerca de € 200 000, permitirá:

·         O reforço da capacidade logística da Resiestrela, S.A. na zona da Beira Interior Norte do Sistema Multimunicipal, potenciando a rentabilização da infra-estrutura “Estação de Transferência e Ecocentro da Guarda”;

·         O aumento da eficiência da recolha e armazenamento temporário de Resíduos Sólidos Urbanos provenientes da zona da Beira Interior Norte do Sistema Multimunicipal, melhorando as condições de valorização dos RSU e a qualidade final do composto produzido no CTRSU;

·         A recolha e armazenamento de material estruturante proveniente da zona da Beira Interior Norte do Sistema Multimunicipal, necessário no processo de valorização orgânica dos Resíduos Urbanos Biodegradáveis;

·         A diminuição de custos logísticos e de transporte de resíduos no Sistema Multimunicipal;

·         O aumento das quantidades de matéria orgânica desviadas de aterro e encaminhadas para valorização.

 

A intervenção de “Ampliação e Remodelação da Central de Compostagem da Resiestrela”, que concretiza a alteração do paradigma de tratamento e valorização de resíduos sólidos urbanos efectuada pela Resiestrela S.A., foi concretizada no prazo (9 meses) e cumprindo o orçamento previsto.

 

Galeria de Imagens
 
Veja Também