Resiestrela S.A. investe € 900.000,00 em Sistema de Aproveitamento Energético do Biogás Produzido no Aterro Sanitário do Fundão

20 de Julho de 2010 – A Resiestrela S.A, a empresa responsável pela gestão do Sistema Multimunicipal de Triagem, Recolha Selectiva, Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos da Cova da Beira, adjudicou ao consórcio EFACEC Ambiente, S.A. / EFACEC Engenharia, S.A., a “Concepção, Construção, Fornecimento e Montagem do Sistema de Aproveitamento Energético do Biogás Produzido no Aterro Sanitário do Fundão.

Culminando o Concurso Público Internacional no âmbito da União Europeia lançado pela Resiestrela S.A., foi assinado o contrato entre a empresa e um consórcio formado pelas empresas EFACEC Ambiente, S.A. e EFACEC Engenharia, S.A. para a “Concepção, Construção, Fornecimento e Montagem do Sistema de Aproveitamento Energético do Biogás Produzido no Aterro Sanitário do Fundão.

Este contrato, num montante de cerca de € 900.000,00, dotará o aterro explorado pela Resiestrela S.A. de um sistema de confinamento, captação, encaminhamento e queima de biogás, bem como de um grupo motogerador com uma potência 800 kWe para produção de energia eléctrica, a ser exportada integralmente para a Sistema Eléctrico de Abastecimento Público (SEP).

Esta intervenção, prevista no Plano de Acção – PAPERSU – do Sistema Multimunicipal, visa alinhar a estratégia de gestão da RESIESTRELA, S.A., com o novo paradigma da gestão de resíduos que tem vindo a assumir, nomeadamente em termos da contribuição para o cumprimento das exigências nacionais e comunitárias para o sector, e de sustentabilidade do Sistema e da Concessão nas suas vertentes ambiental, social e económico-financeira.

Na assinatura do contrato, o Administrador-Delegado da Resiestrela S.A., Carlos Pais, salientou que “Este investimento, além de ir gerar receitas que contribuirão para a sustentabilidade económica e financeira do Sistema, questão que é fundamental para a Administração da empresa pois contribuirá para a prestação de um melhor nível de serviço aos utilizadores do mesmo, possibilitará também a diminuição de emissões de gases com efeito estufa, tanto pela sua queima in loco como pela substituição de fontes de produção não renováveis. Por outro lado, é importante salientar que um consórcio constituído por empresas portuguesas, como a EFACEC Ambiente, S.A. e a EFACEC Engenharia, S.A., conseguiu apresentar a melhor proposta no Concurso Público Internacional lançado pela Resiestrela S.A., o que demonstra a capacidade e o know-how da indústria nacional em áreas de intensidade tecnológica e sofisticação”. Por outro lado, Tiago Faria, do Consórcio, afirmou que “é com grande satisfação que EFACEC está presente neste projecto lançado pela Resiestrela, sendo esta uma área na qual a empresa tem vindo a conquistar mercado”.

Imagens