Resiestrela regista crescimento de cerca de 20% na recolha selectiva

A Resiestrela recolheu, em 2007, 2.465 toneladas de resíduos de embalagem para reciclagem, um resultado que, em 2008, ascendeu às 2.834 toneladas, traduzindo-se num crescimento perto dos 20%, sendo distribuído por 10% nas embalagens de vidro, 13% de papel/cartão e 39% no plástico/metal.

Este resultado, avaliado como o maior crescimento dos últimos anos, é superior à média nacional reportada pela Sociedade Ponto Verde (SPV), a entidade responsável pela gestão do Sistema de Gestão de Resíduos de Embalagens, que registou, em 2008, a nível nacional, um crescimento de 15%.

Para este resultado contribuiu em muito o empenho de todos os cidadãos que já aderiram à recolha selectiva e que diariamente fazem a correcta separação e deposição das suas embalagens usadas, bem como sistema de recolha selectiva de embalagens multimaterial implementado pela Resiestrela, através do qual disponibiliza 473 ecopontos,13 ecocentros e desenvolve acções de sensibilização das pessoas para a importância de fazer a correcta separação e deposição dos diferentes tipos de embalagens para que possam ser encaminhados para reciclagem através da SPV.

Ao desviar do fluxo da recolha indiferenciada um volume crescente de resíduos de embalagem, que são passíveis de serem encaminhados para processos de valorização e reintegrados na cadeia produtiva como recursos, a Resiestrela contribui de forma activa para diminuir o desgaste dos recursos naturais e consequentemente para a preservação dos ecossistemas e melhoria da qualidade de vida.